(11)97394-2261 | 2538-0384 | 3253-5622

Hidrocefalia

Hidrocefalia - Informações sobre a Doença

Hidrocefalia

O que é?

É o acúmulo do líquido da cabeça (Líquor) em suas cavidades cerebrais. Acomete em torno de 1% da população, sendo mais frequente em crianças, mas também pode ocorrer em adultos.

Como isso acontece?

Todos nós possuímos um líquido na cabeça, chamado líquor, que é produzido de forma contínua e circula também na coluna. Este líquor está contido em cavidades naturais dentro do nosso cérebro, denominados “ventrículos”. Hidrocefalia é o aumento dessas cavidades, geralmente condição associada a algum bloqueio, quer seja no percurso de circulação (estenose de aqueduto cerebral, hemorragias, cistos ou tumores) ou no local de sua absorção do líquor para o sangue (comum após infecções tais como meningite). Raramente ocorre por hiperprodução liquórica (tumores de plexo coróide). Com este represamento, vai acumulando cada vez mais líquor, levando a uma compressão do cérebro de forma progressiva contra a calota craniana. Além disso, a hidrocefalia pode estar associada a outras doenças congênitas, tais como mielomeningocele, malformação de Chiari  e malformação de Dandy-Walker. 

Como se faz o diagnóstico?

Em recém-nascidos podem ser observados crescimento da cabeça, abaulamento da moleira, hipoatividade, paralisia de nervos cranianos levando a desvios do olho para baixo ou como se fosse estrabismo, irritabilidade  alterações do ritmo respiratório. Em crianças após o fechamento da moleira e adultos o aumento da pressão intra-craniana pode levar a sonolência, dor de cabeça, náuseas, vômitos, desvios do olho para baixo ou como se fosse estrabismo, perda visual e que, se não tratado, pode evoluir para coma e morte. Ao exame clínico do fundo de olho pode-se notar um edema de papila, e se faz necessário também exames de imagem.

Como se trata?

hidrocefalia-doencas-2Esses pacientes geralmente necessitam de procedimentos cirúrgicos, quer seja para desobstrução e reestabelecimento da circulação normal (com ressecção de tumores), quer seja para realização de “desvios” dessa circulação, através da colocação de dispositivos conhecidos como “válvulas” (Derivação Ventrículo Peritoneal)ou cirurgias minimamente invasivas (III ventriculostomia ou outras cirurgias endoscópicas).

O que é Hidrocefalia de Pressão Normal (HPN)?

Geralmente as hidrocefalias apresentam uma pressão liquórica aumentada enquanto que na HPN essa pressão não está aumentada. É uma doença com manifestação clínica típica no idoso, evoluindo com demência, distúrbio de marcha e incontinência urinária progressivas. Pode estar associada com outras doenças como demências vasculares, Parkinson ou Alzheimer.

Como se trata a HPN?

Geralmente é realizado um teste terapêutico após punções repetidas de líquor lombar (“Tap Test”). Quando se observa uma melhora considerável dos sintomas, indica-se a cirurgia de Derivação Ventrículo Peritoneal com uma chance de melhora da sintomatologia acima de 70%. Essa melhora geralmente é observada inicialmente na incontinência, seguida  pela marcha e por último da demência.

AGENDE UMA CONSULTA