(11)97394-2261 | 2538-0384

Dor de Cabeça

Dor de Cabeça - Informações sobre a doença

Dor de Cabeça

O que é?

Dor de cabeça (também chamada de cefaléia) é uma queixa frequente que afeta a população geral e que algum episódio acometerá 90% dos homens e 95% das mulheres durante a sua vida.

Dor de cabeça é tudo igual?

Não. Para tentar entender melhor, a Sociedade Internacional de Dor de Cabeça criou uma classificação, dividindo em 2 grandes grupos: “Primárias”, das quais a Migrânea (enxaqueca), Cefaléia Tensional e as Cefaléias em Salvas fazem parte, e as “Secundárias” a outras doenças (trauma, infecção, tumores, sangramentos, dores faciais, entre outras).

Como se manifestam?

As Migrâneas (enxaquecas) são dores que podem dar em qualquer região da cabeça (no olho, em um lado da cabeça, na testa, na têmpora, ou toda a cabeça). Não necessariamente todas as crises são no mesmo local. São dores que podem dar sensação de aperto, queimação ou serem pulsáteis. Sinais associados são comuns como náuseas, vômitos, pontos brilhantes na visão, fotofobia ou fonofobia (irritabilidade com a luz ou som respectivamente). Geralmente conseguimos identificar fatores desencadeadores, tais como estresse, período menstrual, exercício físico, café, álcool, cigarro, privação de sono ou alimentar, cheiros de perfumes fortes ou produtos de limpeza. Alguns casos, a dor pode ser precedida de um “sinal estranho”, como alteração visual, de força, ou de sensibilidade (são denominadas “auras”). As Cefaléias Tensionais se caracterizam por dores em aperto na região da nuca que podem se espalhar para o resto da cabeça, geralmente aparecem durante o dia e em situações de estresse. As Cefaléias em Salvas são crises que aparecem de tempos em tempos, ficando um intervalo de tempo até começarem novos episódios.

Como é feito o tratamento?

Dor de CabeçaNecessitam de tratamento e acompanhamento adequados para que não se tornem incapacitantes, levando  muitas vezes a crises que necessitam  procurar serviços de emergência para alívio da dor. O uso indiscriminado de analgésicos pode inclusive desenvolver um tipo de cefaléia por “uso abusivo das medicações”, o que torna mais difícil ainda seu tratamento. Além disso, existe resposta aos medicamentos diferente para cada pessoa, e um medicamento que ajuda um familiar ou amigo pode não ser o mais adequado a outro. Outro fator importante a considerar é que nos casos das dores de cabeça “secundárias”, a investigação dessas causas mais temerosas tais como sangramentos ou tumores cerebrais é fundamental pois podem necessitar de tratamento especializado de maneira mais urgente.

AGENDE UMA CONSULTA

Posso te ajudar?